PARA HOSPEDAGEM CLIQUE NA IMAGEM

PARA HOSPEDAGEM CLIQUE NA IMAGEM
PARA HOSPEDAGEM CLIQUE NA IMAGEM

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Disparos esvaziam aeroporto de Los Angeles, nos EUA, e deixam feridos

Dois terminais do aeroporto internacional de Los Angeles, nos EUA, foram esvaziados nesta sexta-feira (1º) depois que tiros foram disparados no local. O incidente deixou feridos, incluindo um agente da segurança aeroportuária.
Segundo fontes ouvidas pela rede CNN, o suspeito de realizar o ataque foi atingido por um tiro e está sob custódia. Ele teria aberto fogo com um rifle em um posto de segurança do terminal 3 do aeroporto por volta das 9h30 do horário local (14h30 em Brasília).
AP
Reprodução de vídeo da CBS mostra bombeiros e equipes de emergência no Aeroporto Internacional de Los Angeles, nos EUA


O porta-voz da Administração de Segurança de Transportes (TSA, sigla em inglês), Nico Melendez, confirmou que um agente da TSA foi ferido no incidente. Segundo a versão online do jornal Los Angeles Times, os terminais 2 e 3 do aeroporto foram evacuados depois dos relatos de tiros.
Brian Humphrey, porta-voz do Departamento de Bombeiros de Los Angeles, disse que equipes de emergência responderam a um incidente com "vários feridos". 
A Administração Federal Aeroportuária emitiu um alerta para que todos os voos programados para aterrissar no aeroporto de Los Angeles fossem impedidos de decolar dos seus locais de origem.
De acordo com a Casa Branca, o presidente dos EUA, Barack Obama, está sendo continuamente informado sobre os detalhes do incidente.
'Todos entraram em pânico'
O passageiro Robert Perez relatou que estava tirando um cochilo no terminal 3, antes de embarcar, quando presenciou momentos de pânico.
"Eu ouvi sons de tiros, e todo mundo estava correndo para se proteger", disse Perez. "A administração de transporte aeroportuário afirmou que houve disparos no terminal e esvaziou o prédio."
Ao menos 100 pessoas começaram a correr pelas escadarias. "Todos entraram em pânico", disse Perez. De acordo com ele, os passageiros foram direcionados a entrar em um ônibus e levados a um terminal menor.
Reprodução/Twitter
Apresentador do programa Mythbusters publica foto em seu Twitter dos passageiros sendo retirados de terminais do aeroporto de Los Angeles
No Twitter, Tory Belleci, um dos apresentadores do programa de televisão americano Mythbusters (Caçadores de Mitos, no Brasil), que estava no local, publicou uma foto do momento em que o aeroporto foi evacuado.
"Disparos de tiros foram ouvidos e então todo mundo começou a correr pela porta. Não tenho certeza se alguém ficou ferido", escreveu.
IG

Estamos com um novo site.Acesse e conheça melhor o nosso trabalho. WWW.POUSADAAVIACAO.COM.BR


Estamos com um novo site.

www.pousadaaviacao.com.br

Acesse e conheça melhor o nosso trabalho.
WWW.POUSADAAVIACAO.COM.BR
Obrigada!

Aeromoças da Ryanair posam de biquíni para calendário 2014

undefined 
A companhia apresenta o seu tradicional calendário em que assistentes de bordo se mostram em biquíni. E, desta vez, a Miss Fevereiro é portuguesa. As vendas revertem para o apoio a vítimas de cancro.
Oficialmente baptizada de "Ryanair Cabin Crew Charity Calendar" (o calendário de assistentes de bordo para a caridade), esta obra da companhia aérea, entre o marketing e a beneficência, não esconde nada: mostra 13 assistentes em poses estivais e em cenários paradisíacos (no caso em Chani, Creta, na Grécia).

 O comunicado da empresa que anuncia o lançamento do novo calendário não hesita mesmo em referir que este é "o melhor de sempre" e que "the girls of Ryanair" são umas "brasas".

 

O calendário é ousado e a capa promete dar que falar: ultrapassando a tradicional foto de rapariga sensual em biquíni revelador, mostra uma das assistentes com o casaco oficial da farda Ryanair a abrir-se sobre os seios.

Já no interior, é um eurofestival de assistentes de bordo, com representantes da Polónia, Holanda, Letónia, Espanha, Reino Unido, Itália e, desta feita, também Portugal: Inês Rosa Marques, de 20 anos, natural de Coimbra e a trabalhar na base de Madrid, é Miss Fevereiro.

Tal como em anos anteriores, é de esperar polémica em redor da produção. O calendário já está disponível para encomenda, online e durante os voos, custando €10 (encomendado online custa mais 6,99€ para portes de correio).

Este ano, o valor das vendas reverte na íntegra a favor da Teenage Cancer Trust, uma organização do Reino Unido que apoia jovens vítimas de cancro.

A Ryanair espera arrecadar mais de 100 mil euros, elevando para 700 mil o total entregue a diferentes instituições de solidariedade social desde o primeiro calendário, lançado em 2008.

 araruna online/ fugas notícias

Emirates faz Open Day em São Paulo

A Emirates fará no dia 09 de Novembro (sábado) em São Paulo, seu open day, um dia especial para recrutamento de novos tripulantes.
emirates fb

Neste dia a equipe de recrutamento recebe os currículos dos candidatos e dá início ao processo de seleção.
Aqueles que cumprirem os requisitos necessários, serão convidado a participar no processo de avaliação, no mesmo dia ou no dia seguinte.

A avaliação inclui um teste de inglês, uma entrevista e uma avaliação psicotécnica.


www.pousadaaviacao.com.br


Avianca e Instituto Ronald McDonald fecham parceria

 

Iniciativa tem como objetivo incentivar doações, que se transformam em unidades médicas equipadas para cuidar de pacientes com câncer. Instituto está presente em 57 países

parceria,Avianca,Instituto Ronald McDonald A Avianca inicia uma parceria com o Instituto Ronald McDonald e exibe para todos os passageiros de seus voos um vídeo que apresentará a atuação da instituição pela causa do câncer infantojuvenil. Com a iniciativa, as empresas pretendem incentivar as doações, que se transformam em unidades médicas equipadas para cuidar de pacientes com câncer, hospedagem para quem faz tratamento fora de suas cidades, suporte psicossocial e alimentação.

O Instituto Ronald McDonald faz parte do sistema beneficente global Ronald McDonald House Charities (RMHC) que está presente em 57 países e tem como missão criar e apoiar programas que melhoram diretamente a saúde e o bem-estar de crianças e adolescentes. Até o final deste ano, as empresas esperam impactar 500 mil passageiros. A ação deve se estender também para 2014.

Mundo do Marketing

Acidente com Fokker 100 da TAM em SP completa 17 anos




O acidente com o Fokker 100 da TAM, que aconteceu na rua Luís Orsini de Castro, no Jabaquara, zona sul de São Paulo, é lembrado por poucos moradores. Entretanto, as imagens que voltam à mente das pessoas após 17 anos da tragédia ainda são fortes.

Após algumas recusas a comentar o assunto, uma senhora chega a dizer que ainda faz tratamento para se curar do trauma e pede desculpas por não conseguir relatar o que viu no dia.

O avião decolou do aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, às 8h26 do dia 31 de outubro de 1996, uma quinta-feira, com destino ao Rio de Janeiro. E menos de meio minuto depois, bateu em três prédios e caiu sobre oito casas, matando 99 pessoas.

A dona de casa Sônia Regina Tezine teve a casa destruída e relembra que a turbina da aeronave ficou em cima do imóvel.

"Era aquele destroço, só polícia [sic], só corpo no chão, pedaço de braço, pedaço de perna. Foi uma coisa que ninguém gosta de lembrar", conta a empregada doméstica Maria José do Nascimento.

Já o autônomo Clóvis Gomes relata que o que mais o marcou foi o forte cheiro de carne humana queimada.





Muitas pessoas se mudaram após o acidente, e quem continua morando na rua não acredita em uma segunda tragédia, mesmo tendo medo do barulho dos aviões que sobrevoam o local em intervalos de até 30 segundos nos períodos da manhã e da noite.

"Eu acho que não vai cair duas vezes, igual raio que não cai duas vezes no mesmo lugar. Eu espero, né? Para quem esteve aqui naquele dia, a gente brinca, mas não é fácil", diz o marceneiro Edson Jerônimo Comin.
 
DESÁSTRES AÉREOS

Equipe da FAB vai ao Chile realizar ensaios em voo de vento cruzado para o Super Tucano


A-29 Super Tucano do Chile - foto FACh

Em meados de novembro, uma equipe com mais de 20 militares da Força Aérea Brasileira, a maioria do IPEV (Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo) e alguns do 3º/3º Grupo de Aviação, vão se deslocar para o Chile a fim de realizar uma campanha de ensaios em voo do A-29 Super Tucano. Vale lembrar que a Força Aérea Chilena (FACh) é operadora da aeronave, com 12 exemplares recebidos a partir de 2008.

A campanha de ensaios de voo tem como objetivo “a extensão do limite de vento cruzado para operações de pouso e decolagem da aeronave A-29, com início previsto para o dia 16 de novembro do corrente ano e duração de quatorze dias”, segundo portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) de 30 de outubro.
A portaria, com data do dia anterior, foi assinada pelo Ministro da Defesa em exercício, o tenente-brigadeiro do ar Juniti Saito, que substituiu temporariamente o ministro Celso Amorim, em viagem.


A-29 Super Tucano do Chile - foto 4 FACh
FOTOS: Força Aérea Chilena (FACh)
poder aéreo

Confira os preços das passagens de avião para a Copa do Mundo de 2014


O preço de uma passagem de ida e volta Confins para o Santos Dumont na TAM para a final da Copa do Mundo, em 13 de julho de 2014, é três vezes mais que o valor cobrado pelas companhias Azul e Gol. Na TAM a viagem sai por R$ 1.803,14, na Azul R$ 588,94 e na Gol você vai pagar R$ 458,94. As taxas de embarque já estão incluídas nestes valores.
 





                                                  TAM BH/Rio final da Copa 2014


De Confins para o Galeão na Gol a vagem sai por R$ 1.187,14 e na Gol R$ 400,94. O Governo Federal criou uma comissão que vai apontar um plano de expansão das malha aérea e para evitar abusos pelas companhias aéreas. Além disso, o governo quer evitar abusos nos preços das hospedagens.

Quem for viajar do interior do Estado para ir ao Mineirão para as Oitavas de Final, no dia 28 de junho, vai pagar caro pela passagem de avião, principalmente nas cidades onde apenas a Azul possui voos. De Patos de Minas, no Alto Paranaíba, para a Pampulha a viagem sai por 1.106,70.



O preço de Governador Valadares é o segundo mais caro (R$ 890,79. O menor preço é para quem for embarcar em Araxá (R$ 526,79). A pesquisa foi feita para viagem na sexta-feira, 27 de junho, e retorno na segunda-feira, 30 de junho.


                               Preço da Azul Patos de Minas/BH Oitavas de Final


Para a Semifinal prevista para 8 de julho, o maior preço é de Governador Valadares para a Pampulha (R$ 960,72).  O preço de uma passagem de Ipatinga para Confins é a segundo mais cara (R$ 775,41). O menor preço é de Araxá para a Pampulha (R$ 402,79).


Nas cidades onde mais de uma companhia possui voos é possível encontrar preços melhores para a Semifinal em Belo Horizonte. De Uberlândia para Confins o menor preço é pela Gol (R$ 348,32). Na Azul a viagem sai por R$ 698,32. De Montes Claros para Confins na Gol (R$ 394,32) e na Azul a viagem sai por R$ 678,32 
 
 Tudo de Viagem

Três aviões pousam de emergência na China devido a ameaça terrorista





Uma ameaça de bomba em um avião que voava entre duas cidades chinesas obrigou o aparelho a realizar uma aterrissagem forçada na metade da rota, informou nesta quinta-feira a agência 'Xinhua', no momento em que as forças de segurança chinesas estão em máximo alerta por conta do atentato terrorista ocorrido em Pequim na segunda-feira (28).

O avião, da companhia aérea chinesa Capital Airlines, partiu da cidade de Changsha, no centro do sul do país, com destino a Hangzhou, no leste, mas teve que aterrissar em Nanchang, no meio do caminho da rota. 

A companhia aérea assinalou em comunicado que todos os passageiros se encontram bem, enquanto a polícia investiga o fato.

A cidade de Pequim elevou nesta semana ao máximo as medidas de segurança em lugares públicos por causa do fato ocorrido na segunda -feira, quando um veículo invadiu a zona de pedestres junto à movimentada porta da Cidade Proibida, no norte da Praça da Paz Celestial, atropelou dezenas de pedestres e pegou fogo pouco depois.

Cinco pessoas morreram no fato (dois turistas e os três ocupantes do veículo), que ontem foi declarado pelo Governo como 'ataque terrorista organizado', enquanto as forças de segurança continuam a busca por suspeitos relacionados com o incidente.

Outros aviões

As outras duas aeronaves, pertencentes à Southern China Airlines e Sichuan Airlines, também pousaram de emergência após terem recebido alertas semelhantes. Outros detalhes ainda são desconhecidos.

desástres aéreos

Caça de sexta geração abre perspectivas atrativas



Oleg Nekhai

A Rússia procede à projeção de um caça peculiar de sexta geração. O novo aparelho será não tripulado, dirigido por inteligência artificial, sendo necessários, contudo, decênios para concluir respectivo projeto.

Atualmente, na Rússia estão concluindo os testes do caça de quinta geração T-50 que, devido ao emprego de materiais compósitos e componentes aerodinâmicos é capaz de ter um baixo nível de visibilidade ao radar. O caça de geração seguinte deverá superá-lo nesse e em outros aspectos. Deste modo, chegou momento de começar a projetar um avião de sexta geração, afirma o perito de aviação, Denis Fedutinov:

“Os especialistas são unânimes na opinião de que a aviação de sexta geração será não tripulada. Mas convém agir com grande antecipação, sem esperar por conclusão das obras do engenho voador de quinta geração. Em uma série de países tais projeções já se vão realizando ao abrigo de algumas empresas aeronáuticas norte-americanas. A Boeing avança com o projeto Phantom Ray e a Northrop Grumman está levando adiante o projeto X-47B. No verão deste ano, esta última veio demonstrar pela primeira vez a decolagem e o pouso de um avião não tripulado a bordo de um porta-aviões”.

Ainda de acordo com o perito russo, existem várias opções quanto à projeção de caças de sexta geração sofisticadas. As obras podem ser iniciadas a “partir do zero” ou abranger certos dispositivos criados para o T-50. Ao menos, persiste uma boa chance de unificar o novo aparelho com o caça de quinta geração.

O uso de aviões não tripulados tem vindo a ganhar vulto no mundo inteiro. Os engenhos foram testados no decurso de alguns conflitos armados. Trata-se, via da regra, de aparelhos voadores de reconhecimento e observação. Vão surgindo ainda aviões de assalto que, sem piloto, podem cumprir missões de combate complicadas. No que respeita ao caça não tripulado, tal missão requer, sem dúvida, muito mais tempo, comenta o redator-chefe da revista Vzlet, Andrei Fomin:

“Uma coisa é acertar no alvo terrestre, outra – em uma situação aérea difícil tomar decisões sem a participação de piloto. Embora os caças de quinta geração tenham sido equipados de sistemas de inteligência artificial, capazes de dar sugestões e até mudar o regime de voo e emprego de armas. Em todo o caso, a presença do piloto tem sido indispensável. Ao que parece, assim será nos próximos decênios”.

As empresas russas já procederam à projeção de sistemas aéreos não tripulados. Um avião de assalto desse gênero é capaz de não ceder aos análogos ocidentais, prossegue Denis Fedutinov:

”A empresa russa Tranzas de São Petersburgo está projetando um drone de uma tonelada de peso. O centro de projeções Sokol de Kazan vai realizando obras de um engenho de cinco toneladas. Mas o projeto mais aliciante está a cargo da companhia Sukhoi. É um projeto intrigante que se mantém em segredo. Pelo visto, trata-se de um avião semelhante ao ?-47? e ao Phantom Ray.

Tudo indica que, nas próximas décadas, o caça de sexta geração será criado, podendo, por excelência, combinar as melhores características do caça de quinta geração e de drones não tripulados modernos.

Voz da Rússia / DefesaNet 
 por Brasil Soberano e Livre

Pouso emergencial de avião da polícia do DF provoca o atraso de quatro voos em São Luís (MA)



Uma aeronave da Polícia Civil do Distrito Federal fez um pouso emergencial, chocando-se com a pista principal do Aeroporto Marechal Hugo Cunha Machado, em São Luís, na tarde desta quarta-feira (30/10). 

O pouso forçado ocorreu por volta das 14h, fechando a pista principal do aeroporto por mais de uma hora e provocando o atraso de quatro voos, sendo três da companhia TAM e um da Gol.

Devido ao acidente, aeronaves ficaram impossibilitadas de pousarem e realizar decolagem até às 16h, quando o avião foi retirado. No momento do acidente, testemunhas disseram que um avião da TAM estava sobrevoando o aeródromo, mas não teve permissão para aterrissar. Após a retirada da aeronave, os vôos voltaram a ser operados normalmente. Não houve informações de quantas pessoas estavam na aeronave e nem se houve feridos.

A assessoria de comunicação da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), informou que a pista ficou obstruída, aguardando a retirada da aeronave que aconteceu às 16h, e que os passageiros dos vôos que sofreram atrasos, foram transferidos para outros voos.

A reportagem de O Imparcial entrou em contato com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, mas o órgão não responderam qual foi o motivo da pane.
desástres aéreos

Precisa-se: Técnico de segurança do trabalho - Lider Aviação



LIDER AVIACAO - São Paulo - SP 
 
www.empregos.com.br - 1 Novembro 
http://www.careerjet.com.br/jobview/58c4d7f5894c9b1de5c3f57ac4c73717.html

United Airlines líder para a Igualdade LGBT


A United Airlines foi distinguida como uma das ‘Melhores Empresas para a Igualdade LGBT – Lésbicas, Homossexuais, Bissexuais e Transsexuais’ em 2013, pela revista Work Life Matters.

Em comunicado, a empresa explica que “o prémio anual é apresentado a empresas norte-americanas que conduzem as suas indústrias no desenvolvimento de programas e políticas que apoiam os funcionários LGBT e promovem a igualdade no local de trabalho”, tendo a gala de 2013 decorrido em Nova Iorque, na passada quinta-feira 23 de Outubro.

 

“Na United, estamos empenhados em apoiar a diversidade de ideias e experiências que reflectem todos os nossos clientes e colaboradores, e estamos orgulhosos em receber este grande reconhecimento.

 Os backgrounds únicos, estilos de vida e perspectivas diversificadas dos nossos colaboradores ajudam-nos a melhorar a experiência para os nossos clientes e a criar soluções inovadoras para as nossas necessidades de negócio globais”, afirmou Mike Bonds, executive vice president for human resources and labor relations da companhia aérea.
 
PUBLITURIS

Trabalhadores da Embraer aprovam greve em São José dos Campos


Cerca de sete mil funcionários aderiram à paralisação, segundo sindicato.
Categoria decidiu iniciar greve após assembleia nesta quinta-feira (31).

Trabalhadores da Embraer aderiram à paralisação de 24 horas nesta quinta-feira. (Foto: Carlos Santos/G1)Trabalhadores da Embraer aderiram à paralisação de 24 horas nesta quinta-feira.
 
Trabalhadores da Embraer, fabricante de aviões com sede em São José dos Campos(SP), decidiram entrar em greve durante assembleia realizada na manhã desta quinta-feira (31). A paralisação aprovada é de 24 horas e o objetivo do ato, que teve início às 5h30, é reivindicar reajuste salarial. No período da tarde, os funcionários do segundo turno também decidiram aderir ao movimento.

O sindicato informou que a paralisação foi iniciada devido a recusa da empresa em negociar o reajuste salarial. De acordo com a categoria, os trabalhadores não aceitam a proposta de 6,7%, que representa a reposição da inflação. Os trabalhadores pedem 10% de aumento real sobre os salários e redução da jornada de trabalho para 40 horas. Atualmente, os funcionários da Embraer trabalham 43 horas semanais.
 “É a maior fabricante de aviões do mundo, tem previsão de lucro de R$ 600 milhões para esse ano, é a maior empresa do estado de São Paulo, a Fiesp fechou todos acordos com um mínimo de 8% e a Embraer quer sustentar 6% (de reajuste), que é a inflação. Isso é inaceitável e levou os trabalhadores a cruzarem os braços e entrar em greve no dia de hoje", afirmou o presidente do sindicato, Antônio Ferreira de Barros ‘Macapá’.
Essa não é a primeira vez que trabalhadores da empresa iniciam uma paralisação. No dia 8 de outubro, um ato paralisou a produção da Embraer por 4h também em reivindicação por reajuste salarial. A Embraer foi procurada no início desta manhã, mas até a publicação desta reportagem não havia se posicionado sobre o assunto.
Outro lado
Por meio de nota, a Embraer informou que está negociando a data-base com a Fiesp e que irá guardar os desdobramentos da  mobilização para eventualmente voltar a se posicionar.
A empresa informou ainda que antecipou no último dia 30 de setembro, por mera liberalidade, o reajuste salarial de 6,07%, que corresponde ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor do período. A posição da empresa é de que, ao ser fechado um acordo entre a FIESP e o Sindicato, eventuais diferenças serão complementadas.
'O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, mais uma vez, bloqueou o acesso dos funcionários da Embraer à empresa, impedindo a entrada de parte dos trabalhadores para início do expediente. Cerca de 50% dos funcionários do primeiro turno conseguiram ter acesso aos seus postos de trabalho. O bloqueio continuou até a entrada do turno administrativo, às 7h30, quando, em uma assembléia realizada em frente à empresa, foi aprovada uma greve de 24 horas', informou trecho da nota.

Justiça determina que Anac faça vistoria solicitada por companhia de taxi-aéreo

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) determinou que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) faça a vistoria solicitada pela companhia de táxi aéreo Aerobran Taxi-Aéreo, que teve as atividades suspensas pelo próprio órgão. O tribunal rejeitou o argumento de restrições orçamentarias da agência reguladora para não concluir o processo que devolve a autorização de funcionamento à empresa.

“De fato, é inadmissível que a administração deixe de exercer suas atividades ao fundamento de restrições orçamentárias, especialmente quando se demonstra que estão sendo cobradas taxas do particular pelo exercício do poder de polícia, como ocorre no presente caso”, destacou o juiz federal Paulo Ricardo de Souza Cruz.

A decisão determina o prazo de dez dias, após a apresentação da documentação, para que a Anac faça nova vistoria na companhia aérea. Com documentos em ordem, a suspensão deverá ser revogada e o certificado de aeronavegabilidade, liberado. De acordo com a ação, a empresa teve suas atividades interrompidas no início de abril. No entanto, até o momento a agência reguladora não concluiu o processo. Para o juiz federal, a demora causa prejuízo financeiro à empresa.

A Anac informou que está analisando se vai recorrer da decisão do TRF1.

AGÊNCIA BRASIL

Fernando Pinto: Compra da TAP pela Avianca seria "boa aposta estratégica"

Fernando Pinto presidente TAP Portugal
Fernando Pinto, presidente da TAP , considera que a Avianca do empresário colombiano German Efromovich é uma boa aposta estratégica para a privatização da companhia.
"Efromovich  é um grande investidor no Brasil e transformou a Avianca numa empresa maior do que a TAP", afirmou Fernando Pinto num almoço do American Club of Lisbon, que teve lugar esta sexta-feira em Lisboa.
"Estrategicamente é bom", disse o CEO da TAP ao referir-se à compra da TAP pela transportadora Avianca, detida por German Efromovich.

"Estrategicamente a proposta de Efromovich é boa. É uma boa aposta para a TAP em termos de sinergias, em termos de crescimento noutros hubs, em termos de interligação de hubs", reforçou.
"Eu conheço o dono da Avianca desde há muitos anos, e tive uma conversa rápida, de meia hora, ele continua a dizer com entusiasmo que está interessado", disse o gestor, referindo-se à visita de German Efromovich a Lisboa na semana passada.

Questionado se a demora do Governo, em abrir o segundo processo para privatizar a transportadora aérea nacional, pode afastar potenciais interessados, Fernando Pinto lançou um alerto "Tudo é possível. O timing é importante num negócio. O timing não deve ser desconsiderado num processo como um todo", alertou.
No entanto, considera que o executivo de Passos Coelho está a acompanhar o  dossier de perto. "Não tenho dúvidas que o Governo está cuidando do processo da privatização da TAP com muito carinho. Por tudo isso que eu disse hoje: porque a empresa tem um valor muito grande para Portugal".

O CEO da transportadora considera, no entanto, que é compreensível o Governo querer esperar por um segundo comprador. "Não cabe a mim dizer. Existem centenas de possibilidades que não estão a aparecer, e podem aparecer de um minuto para o outro. O Governo está a dar espaço para que alguma coisa aconteça".
Fernando Pinto elogiou o hub da Avianca na América do Sul, tanto no Brasil como na Colômbia. "Nós ligarmos-nos a esse hub [da Avianca] é muito bom", defendeu.

O CEO da companhia aérea destacou também que o "Estado não injeta dinheiro na TAP, desde 1997" e sublinhou os resultados positivos: "A empresa tem tido a sua lucratividade, nos últimos sete anos tivemos resultados positivos, à excepção de 2008".
 
 
O presidente da TAP considera que a Avianca do empresário colombiano German Efromovich é uma boa aposta estratégica para a privatização

DINHEIRO VIVO

Boeing obtém encomenda de US$20,7 bi de clientes da China

Companhia assegurou compromissos de diversos clientes chineses para cerca de 200 unidades de seu avião 737 Max

 Avião Boeing 737 da Southwest Airlines pousa em aeroporto


Boeing: acordos devem ser aprovados por autoridades do governo chinês, uma prática comum para encomendas de aviões no país
Singapura - A Boeing assegurou compromissos de diversos clientes chineses para cerca de 200 unidades de seu avião 737 Max, a versão atualizada de seu jato mais vendido para rotas mais curtas, disseram duas fontes familiares com o negócio.

Os acordos têm um valor combinado de 20,7 bilhões de dólares em preços de lista e devem ser aprovados por autoridades do governo chinês, uma prática comum para encomendas de aviões no país, antes de os clientes poderem ser identificados, disseram as fontes.

Esses são os primeiros compromissos da China para o 737 Max, mercado aéreo de crescimento mais rápido. Representantes tanto da Boeing quando da Airbus, que faz o A320, que compete com o 737, disseram que a China deve ultrapassar os Estados Unidos como o maior mercado nos próximos 20 anos.

Os compromissos vieram de diversos clientes, incluindo empresas aéreas estatais, por meio da agência nacional de aquisição, assim como de empresas de leasing associadas com bancos do país, disseram as fontes.

A Agencia China Aviation Supplies não pôde ser encontrada de imediato para comentários.
Um porta-voz da Boeing não quis comentar o acordo, e disse apenas que "as discussões com clientes são confidenciais".
EXAME

 

Anac diz que definirá malha aérea para a Copa em janeiro



O diretor-presidente da Anac, Marcelo Guaranys, e o o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz (Foto: Filipe Matoso/G1) 
O chefe da Anac, Marcelo Guaranys, e o presidente
da Abear, Eduardo Sanovicz (Foto: Filipe Matoso/G1)
 
O diretor-presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Marcelo Guaranys, informou nesta quinta-feira (31) que a malha aérea para a Copa do Mundo vai ser definida em janeiro. Antes, a agência deverá receber das companhias aéreas os pedidos de novos voos para atender as 12 cidades-sede. Isso só será feito após o sorteio da Fifa – marcado para o dia 6 de dezembro –, que definirá quais seleções vão jogar em cada cidade.

"As empresas se comprometeram a entregar os pedidos de novos voos após o sorteio da Fifa. Eles vão ser analisados e, aprovados pela Anac, a partir de janeiro teremos novas ofertas de voos para a Copa do Mundo. A Anac e a Senacon [Secretaria Nacional do Consumidor] estão trabalhando em conjunto para coibir possíveis abusos e fazer com que o sistema aéreo funcione bem", disse Marcelo Guaranys.
O presidente da Associação Brasileira de Empresas Aéreas (Abear), Eduardo Sanovicz, disse que as empresas vão precisar realocar vôos nas 12 cidades-sede do mundial, com inclusão e alteração de rotas entre junho e julho de 2014, quando ocorrerá a competição.

Sanovicz disse ainda que vai ser preciso "reforçar" as rotas que devem ser mais utilizadas durante o mundial. "As pessoas tem que acompanhar a oferta de voos, porque em alguns lugares vão ter mais aviões. Em outros lugares, vamos ter que oferecer mudança de voo. O cenário é de realocar os recursos disponíveis. Nas cidades-sede vamos reforçar as frotas", disse.
G1

São Paulo é 2ª do mundo em assentos em aéreas low cost


Análise da Amadeus, divulgada nesta semana, mostra que houve um aumento global de 6,8% na capacidade de assentos nas companhias aéreas low cost/low fare (LCC, na sigla em inglês) nos seis primeiros meses de 2013. O mesmo estudo coloca São Paulo em segundo lugar entre as cidades do mundo com maior disponibilidade de assentos em aéreas desse modelo, atrás apenas de Londres.

No primeiro semestre de 2012, a capacidade total de assentos em LCC em São Paulo era de 10.053.159. No mesmo período de 2013, houve um aumento de 7% e esse número chegou a 10.751.221. Em Londres, o crescimento foi de 3%, passando de 14.381.410 assentos para 14.770.173.

CONTINENTES

Ainda considerando a comparação entre o primeiro semestre de 2012 e de 2013, na América do Sul como um todo houve redução de 0,60% - passando de 52,7 milhões para 52,4. Os índices da América do Norte, Europa e Oceania também foram modestos: 1,5% de incremento (de 151,8 para 154 milhões), 0,80% (de 180,6 milhões para 182) e 4% (de 22,4 para 23,3 milhões), respectivamente.

Já a Ásia e o Oriente Médio são as regiões que apresentaram maior “boom” no segmento. O continente asiático registrou aumento superior a 28% em capacidade de assentos – pulou de 100,4 milhões para 129,3. No Oriente Médio, o índice foi maior que 17% - passou de 11,5 para 13,5 milhões. A África também registrou um índice considerável, tendo registrado crescimento de 13% - saiu de 3,8 milhões para 4,3.
PANROTAS

Na mira da Star Alliance, Azul confirma negociação de codeshare com a TAP


O fundador e presidente da Azul, David Neeleman, confirmou hoje que a companhia está negociando um acordo de compartilhamento de voos (codeshare) com a TAP.

 A empresa portuguesa é membro da Star Alliance, que segundo a Imprensa internacional, estaria sondando a companhia brasileira para ocupar, ao lado da Avianca Brasil, o espaço que será deixado a partir do próximo ano pela TAM, que está de malas prontas para a Oneworld.

 
Com a saída da TAM da Star Alliance a TAP precisará de uma nova parceira nacional e o acordo com a Azul faz todo o sentido, já que ambas têm voos para o aeroporto de Campinas, principal hub da brasileira. 

Essa pode ser, no entanto, a menor das mudanças. De acordo com o site Capa Centre of Aviation, a Star Alliance estaria interessada em fazer da Azul sua nova integrante. De olho na rede com mais de cem destinos que a companhia herdou da fusão com a Trip, a aliança já teria feito um convite à Azul. A ideia seria inserir a companhia de Neeleman e a Avianca Brasil, que juntas não têm a força da TAM, mas respondem por 24% do mercado aéreo.

O plano, porém, estaria encontrando objeção de outros membros. Isso porque a Azul é vista como uma companhia de baixo custo, apesar de ser um modelo híbrido, semelhante ao da JetBlue, que oferece alguns benefícios aos passageiros.  

De acordo com parte das companhias, a associação de low costs comprometeria a qualidade dos serviços para os passageiros da Star Alliance, além do que tais companhias não teriam como atender às exigências para se tornarem membros efetivos, obrigando à abertura de concessões ou criação de algum novo formato.

Com relação à Avianca Brasil, o site afirma que a companhia quase entrou na Star Alliance com a Avianca, que apesar de não ser formalmente do mesmo grupo pertence aos mesmos donos. Todavia, a restrição foi um pedido da TAM, que até hoje não compartilha milhas com a colombiana ou com a Copa.
“A Avianca Brasil tem trabalhado para se tornar um membro, atualizando seu sistema de TI e iniciando o processo de cumprimento de todos os requisitos de adesão. Apesar da Star ainda não ter anunciado a companhia como um novo membro, a transportadora está bem no caminho para a adesão, por meio de um programa acelerado, projetado para atender mais de uma dúzia de companhias”, afirma o Capa, para quem a entrada da companhia pode se dar até o final de 2014.

Não é possível para a Avianca Brasil para concluir o processo de adesão até o final de março de 2014. Mas a operadora poderia se juntar à Star logo em finais de 2014, e fornecer alguma cobertura não oficial para Star, proporcionando alguns benefícios aos passageiros nível da aliança, a partir do final de março de 2014.

Com as peças sobre o tabuleiro, os lances caminham para que tenhamos a TAM na Oneworld, a GOL independente, mas próxima à SkyTeam e a Avianca Brasil na Star Alliance. Resta saber qual será a estratégia da Azul neste contexto e se o grupo Avianca está disposto a fortalecer seu braço brasileiro a ponto de preencher sozinha o vazio deixado pela TAM. Damas e cavalheiros, façam suas apostas!

MELHORES DESTINOS

Africa World Airlines e Pison Airways anunciam voos para o Brasil

Duas companhias aéreas anunciaram a intenção de voar para o Brasil no ano que vem. A Africa World Airlines (AWA) e a Pison Airways, ambas com sede em Gana, pretendem fazer voos do Brasil a Acra usando jatos Boeing 757.

O novo voo da AWA foi anunciado pelo Diretor de Operações da companhia, Appigy Afenu, com o objetivo de atender o tráfego de turistas para a Copa do Mundo. “Por causa das nossas ambições globais, devemos estar lá [Brasil]“.


À primeira vista, a companhia não é grande coisa. Ela opera somente voos regionais em Gana, com dois jatos Embraer ERJ-145. No entanto, o mais interessante é que a empresa é uma subsidiária da chinesa Hainan Airlines, uma das sete companhias aéreas cinco estrelas no ranking Skytrax. Seria indício que ela estaria também de olho no Brasil?

Já a Pison Airways é a mais nova companhia aérea de Gana e deve iniciar suas rotas em dezembro deste ano. Na página da empresa, o Brasil é listado como um dos destinos iniciais, em voos que serão operados com jatos Boeing 757-200. A empresa deve voar também para a Europa e países africanos.

A invasão das companhias africanas não para por ai. Além da Ethiopian, que iniciou neste ano a rota para o Brasil, Royal Air Maroc tem voos charter aprovados e a Arik Air pediu à Anac autorização para voar a Guarulhos  a partir da Nigéria. A EgyptAir também já anunciou que estuda voar para São Paulo, de onde já há rotas da South African e TAAG. Resta saber de todos estes anúncios quais serão de fato concretizados.
Com informações do site CH Aviation.

MELHORES DESTINOS

Impasse salarial pode levar à manutenção de Azul e Trip


Azul e Trip têm hoje pacotes de remuneração diferentes e a equiparação salarial é uma das questões ainda em aberto para que a fusão possa ser concluída



Avião da Azul
Avião da Azul: assembleia do Sindicato Nacional dos Aeronautas, que representa pilotos e comissários, recusou proposta de equiparação feita pela Azul e pela Trip

São Paulo - O impasse entorno da equiparação salarial de tripulantes da Azul e da Trip pode fazer que as duas companhias sejam mantidas, disse o fundador e presidente da Azul, David Neeleman.

Azul e Trip têm hoje pacotes de remuneração diferentes e a equiparação salarial é uma das questões ainda em aberto para que a fusão possa ser concluída, após as empresas terem recebido, na semana passada, o aval da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para operar como uma única companhia aérea e usar o mesmo Certificado de Operador Aéreo (COA).

Uma assembleia do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), que representa pilotos e comissários, realizada no dia 21, recusou a proposta de equiparação feita pelas empresas.
O sindicato quer uma contraproposta por parte da aérea e sugere que a questão pode parar na Justiça do Trabalho. Em seu site, a entidade informa que está em contato com o Ministério do Trabalho e que será agendada uma reunião com os dirigentes da Azul/Trip e Ministério do Trabalho para esclarecer e solicitar um posicionamento oficial sobre o processo de fusão das empresas.

"Não vamos fazer outra proposta", disse Neeleman. De acordo com ele, a proposta já feita deve ser apresentada mais uma vez, somente à tripulação da Trip. "Não faz sentido a tripulação da Azul votar", disse o empresário.

A remuneração dos tripulantes depende de um salário base e um variável, que são diferentes nas empresas. A Azul, por exemplo, paga adicional de periculosidade e a Trip não. Uma calcula o salário variável com base em horas voadas e a outra por quilômetro. No fim das contas, os trabalhadores da Trip tinham uma remuneração maior, segundo o sindicato. A entidade defende que a fusão deve preservar o melhor salário.


Neeleman disse que a opção, caso empresa e sindicato não entrem em um acordo, é manter as duas empresas, com os tripulantes da Trip operando os ATRs e os da Azul, os jatos da Embraer. Pouco a pouco, para o plano de expansão da companhia, a empresa deve mudar as aeronaves e a Azul tende a se tornar maior e a Trip ficar menor. O executivo disse que a companhia já tem planos de migrar o tipo de aeronave que opera em alguns destinos, mas que a efetiva execução esbarra em problemas de infraestrutura desses aeroportos.

Procurado, o sindicato não atendeu à reportagem até o fechamento dessa matéria. (Colaborou Marina Gazzoni)
EXAME

Irã irá produzir seus próprios aviões para aviação civil


Irã irá produzir seus próprios aviões para aviação civil

O Irã pretende organizar produção de suas próprias aeronaves de fuselagem larga.

O ministro da Defesa iraniano, Hossein Dehqan, anunciou a decisão do governo de implantar produção de aeronaves civis de grande porte, com capacidade para 150 passageiros e mais.

De acordo com o titular da pasta de Defesa, universidades iranianas, em colaboração com o Ministério da Defesa, têm desenvolvido protótipos de aeronaves de diferentes classes, incluindo as de fuselagem larga.

Em 2010, o Irã anunciara o desenvolvimento de seu próprio design para um avião comercial de médio alcance, com capacidade para acomodar de 100 a 150 passageiros.

VOZ DA RÚSSIA

Latam coloca voos extras na temporada; confira

A temporada de verão terá, como em anos anteriores, voos extras da Tam e da Lam, as empresas que formam o Grupo Latam Airlines. Para os Estados Unidos, serão 20 frequências adicionais para Miami a partir de São Paulo. Além disso, o voo entre São Paulo e Orlando terá o Boeing 777 no lugar do Airbus 330, com aumento na oferta de assentos de 220 para 360 por voo. Do Rio de Janeiro, serão 24 voos a mais de ida e volta para Orlando e outros oito para Miami.

Com 65 frequências semanais regulares entre o Brasil e os Estados Unidos, a Tam oferece 33 opções por semana para viajar entre Miami e as cidades de Belo Horizonte, Brasília, Manaus, Rio de Janeiro e São Paulo; 18 frequências, também semanais, para Nova York a partir de São Paulo e do Rio de Janeiro e 14 voos (ida e volta) toda semana para viajar entre Orlando e a capital paulista. Além disso, a empresa acaba de anunciar o início das operações de duas frequências semanais entre Belém e Miami em fevereiro do próximo ano.

América do Sul
A Lan vai aumentar sua oferta com 54 voos na rota Rio de Janeiro-Santiago do Chile, entre 1o de janeiro e 5 de março do próximo ano. Na rota para Florianópolis, também haverá 17 voos extras entre 11 de janeiro e 23 de fevereiro, com destino a Santiago. Em janeiro, a Lan começa a operar um voo entre São Paulo e Santiago, durante todo o ano, com exceção dos meses de abril e maio. Com isso, a oferta entre Brasil e Chile terá aumento nos primeiros meses do ano de 30% a partir do Rio de Janeiro e de 13% de São Paulo.

Doméstico
O mercado doméstico também terá sua oferta reforçada na alta temporada. No geral, o aumento será da ordem de 700 voos durante o período, com destaque para o Nordeste, onde serão mais de 500 voos adicionais, e para a região Norte, com 70 frequências extras.
PANROTAS
Cientistas australianos usaram câmaras de alta velocidade para gravar as aterragens das abelhas e calcular as diferentes velocidades utilizadas em diferentes pontos da trajectória.
 
As abelhas têm uma espécie de piloto automático biológico que lhes permite aterrar sem problemas, segundo um estudo divulgado na Austrália e que analisa esta capacidade com vista à sua aplicação em sistemas de aterragem de aparelhos aéreos.


 
Uma equipa da Universidade de Queensland, liderada pelo neurocientista Mandyam Srinivasan, analisou a capacidade para aterrar com precisão das abelhas, que têm o cérebro de tamanho de uma semente de sésamo e não têm visão binocular.

Na investigação, os cientistas usaram câmaras de alta velocidade para gravar as aterragens das abelhas e posteriormente calcular as diferentes velocidades utilizadas em diferentes pontos da trajectória aérea.

Srinivasan explicou que, à medida que uma pessoa se aproxima de um objecto, este parece cada vez maior e se o movimento ocorrer a uma velocidade constante, então o tamanho aumenta muito mais rapidamente. Nas abelhas isso não acontece porque elas adequam a velocidade, reduzindo-a à medida que se aproximam do objectivo o que permite que seja proporcional à distância do ponto de aterragem.

"Se a distância duplica, as abelhas aumentam a velocidade de aproximação para o dobro", acrescentou o cientista, sublinhando que este mecanismo de regulação é "um precioso piloto automático".

Os investigadores tentam agora aplicar estes conhecimentos ao desenvolvimento de sistemas de aterragem para aparelhos voadores autónomos que não dependam de radares e sonares.  
RENASCENÇA

Piloto de avião retorna ao aeroporto para expulsar grupo de funkeiros



 


O cantor de funk MC Lon e seis membros da equipe dele foram expulsos de um voo da TAM que ia de Belo Horizonte a São Paulo na manhã de segunda-feira, após uma confusão com um comissário de bordo.

O grupo viajava no voo JJ3345, que havia decolado às 10h30 do Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins) para o Aeroporto Internacional de Cumbica (Guarulhos).

Pouco depois da decolagem, houve uma discussão entre alguns integrantes da equipe do funkeiro e um comissário de bordo. Segundo a produtora Máximo, responsável pela divulgação dos shows de MC Lon, o tumulto começou após uma brincadeira entre a equipe.

“Foi uma brincadeira que eles estavam fazendo entre eles, e o comissário achou ruim, que estava atrapalhando as pessoas”, disse Gabriel Miquelini, assessor de imprensa da produtora. O comandante do voo decidiu retornar ao aeroporto de Confins e expulsar os sete passageiros do avião.

“Visando sempre a segurança do voo, eles foram desembarcados e conduzidos à Polícia Federal do aeroporto”, disse a TAM, em nota enviada à imprensa. A equipe do cantor e o comissário de bordo envolvido na confusão prestaram depoimento, mas não quiseram registrar boletim de ocorrência.

A PF afirmou que “o desembarque se deu em virtude de atitudes de indisciplina levadas a cabo pelos passageiros desembarcados no interior da aeronave”. Segundo a TAM, o voo JJ3345 decolou novamente às 11h48, chegando a Guarulhos às 12h42. Já a equipe de MC Lon embarcou no voo seguinte para São Paulo, de acordo com a produtora Máximo.

 regiaonoroeste.com